Festival Fora do Lugar prepara edição mais forte de sempre
Idanha-a-Nova
2017-11-13 10:20:45
Povo da Beira
A sexta edição do Fora do Lugar - Festival Internacional de Música Antiga volta a "ocupar"; lugares inesperados de Idanha-a-Nova, Cidade Criativa da Música da UNESCO, com músicos de renome mundial e várias atividades paralelas, entre 24 de novembro e 9 de dezembro.
 
A par dos seis concertos da programação principal com Danças Ocultas (Portugal), Musick’s Recreation (Alemanha, Colômbia e Austrália), Scaramuccia (Portugal e Espanha), Erin/Iran (Irlanda, Irão, Catalunha e Hungria), Filipe Raposo e Charlie Chaplin (Portugal e Inglaterra) e Pino De Vittorio (Itália), o festival promove ainda um conjunto de 28 atividades paralelas nas áreas da natureza, desenho, programa educativo, masterclass, workshops, 'concertos mesmo ao pé', gastronomia, entre outras.
 
Esta tem assim tudo para ser a melhor edição do festival Fora do Lugar, que assume-se como uma proposta do mundo rural virado para o país, para a Península Ibérica e para a Europa.
 
Com a direção artística de Filipe Faria, este é hoje um dos projetos culturais mais relevantes na área da música na região. Pondo em diálogo diferentes formas e tempos da música, o festival aborda de uma forma inovadora os diálogos decorrentes dos conceitos binómios de erudito/popular e antigo/contemporâneo.
 
A entrada em todos os concertos é livre, sujeita à lotação das salas. Nas restantesatividades é necessária inscrição prévia (também ela gratuita) através dos contactos do festival.
 
Há dois anos, o Fora do Lugar foi o palco de uma boa nova. Hoje, é novamente o palco onde Idanha celebra o segundo aniversário enquanto Cidade Criativa da Música da UNESCO.


Última edição