Adufeiras de Idanha-a-Nova lançam novo CD
Idanha-a-Nova
2017-12-05 11:06:36
Povo da Beira

As Adufeiras do Rancho Etnográfico de Idanha-a-Nova lançaram um novo CD com várias tradições musicais da Vila como canções de trabalho, dos jogos de roda, religiosas e um breve romance. “Dá-me cá esse adufe” dá nome a este álbum, que contém 25 canções.

“Este é um acontecimento importante para a história do Grupo de Adufeiras do Rancho Etnográfico de Idanha-a-Nova”, começou por afirmar Maria Manuela Catana, presidente da direção. A dirigente explicou que o novo CD “pretende constituir-se como uma memória futura viva do património etnofolclórico da Vila de Idanha-a-Nova, a “Capital do Adufe”, que integra a Rede de Cidades Criativas da UNESCO, no âmbito da Música.

O CD é o volume 42 da coletânea Folclore Português, cujo produtor, Emiliano Toste, tem vindo a gravar grupos tradicionais por todo o país.

“Ansiava há algum tempo gravar estas adufeiras, que não cantam apenas bem, cantam muito bem e com genuinidade”, confessou o produtor.

Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova descreveu o momento como “especial”, por cumprir muito do que a autarquia ambicionava: “inventariar, preservar e divulgar a nossa riqueza patrimonial, para que a possamos valorizar e transmitir aos nossos filhos e netos”.

“Nos últimos anos tem sido feito um trabalho sério de preservação das heranças culturais de Idanha, por parte da autarquia, mas sobretudo por parte dos agentes culturais e dos muitos grupos tradicionais do concelho”, acrescentou o autarca.

Também Vítor Mascarenhas manifestou o seu regozijo com o novo CD do grupo da Vila: “As Adufeiras de Idanha-a-Nova são um dos grandes embaixadores das nossas terras”.

“Os idanhenses têm orgulho na forma como estas mulheres vivem a herança milenar do toque do adufe, transmitindo-a às gerações vindouras para que jamais se perca esta tradição”, frisou.



Última edição