Candidatura dos Mistérios da Páscoa em Idanha entregue na UNESCO
Idanha-a-Nova
2018-02-07 11:07:52
Povo da Beira

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova formalizou o pedido de inscrição dos Mistérios da Páscoa em Idanha na lista das melhores práticas da UNESCO. O dossier de candidatura foi entregue esta terça-feira, dia 6 de fevereiro, junto da Comissão Nacional da UNESCO.

Manifestações de religiosidade popular ligadas ao ciclo quaresmal e pascal, os Mistérios da Páscoa são um excelente exemplo das melhores práticas de salvaguarda do património cultural imaterial do território.

O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, explica que a sustentar este projeto “estão 250 manifestações de piedade popular que se desenrolam ao longo de 90 dias em todo o concelho, desde a Quarta-Feira de Cinzas ao Domingo de Pentecostes, as quais se traduzem numa grande riqueza cultural”.

Desde o seu início, o projeto tem sido colocado ao serviço do desenvolvimento sustentado do concelho e envolve a participação de toda a comunidade. O trabalho realizado de forma continuada permitiu recuperar e revitalizar manifestações, passando de 163 em 2009, para mais de 250, na atualidade.

Com esta candidatura, a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova pretende reforçar os processos de salvaguarda, promoção e valorização dos Mistérios da Páscoa em Idanha, ao mesmo tempo que preserva a história e a memória da população.

Recorde-se que Idanha-a-Nova é já um território UNESCO, cruzando património material e imaterial, que lhe conferem o estatuto de Cidade Criativa da Música e de integrante da Reserva da Biosfera do Tejo Internacional e do Geopark Naturtejo da UNESCO.



Última edição