Professores da Ilha do Maio visitaram Proença-a-Nova
Proença-a-Nova
2018-04-11 02:34:45
Povo da Beira

A 2.ª edição do Fórum Educação “Ensino Inclusivo” trouxe a Proença-a-Nova 18 professores do ensino básico da Ilha do Maio, em Cabo Verde. O objetivo desta visita é potenciar a troca de experiências com as instituições locais de ensino e também com a própria autarquia que tem competências na área educativa.

Durante a receção oficial, a 2 de abril, o presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Lobo, destacou o acordo de geminação assinado com o Município de Maio há precisamente um ano. “Esta iniciativa é importante quanto à troca de experiências e hoje lançamos as bases para, através de um memorandum, estabelecermos as formas de cooperarmos”, referiu o autarca que anunciou que algum mobiliário e equipamento educativo que se encontra no Instituto de S. Tiago, adquirido pelo Município, será enviado para a Ilha do Maio durante o corrente ano.

O vice-presidente da autarquia, João Manso, abordou os principais pontos de ação do Plano Integrado de Combate ao Insucesso Escolar, em vigor pelos próximos dois anos letivos, que tem como objetivo tornar a escola mais atrativa para os alunos de forma a incentivar a continuidade na escola.

Os professores maenses ficaram a conhecer o projeto BioAromas, apresentado por Conceição Marçal e Eduardo Miguel, e o enquadramento legislativo para alunos com necessidades educativas especiais. Foram realizadas visitas às instalações da Escola Básica de Proença-a-Nova, guiadas por Fátima Delgado e Alfredo Serra, ao Pré-Escolar e ainda à Escola Básica e Secundária Pedro da Fonseca, com acompanhamento por João Paulo Cunha e Carlos Salvado.

Na vertente cultural, o grupo visitou o Centro Ciência Viva da Floresta, o Museu Isilda Martins, o Malhadal, as Portas de Almourão e a vila de Proença-a- Nova. A visita à Praia Fluvial da Fróia e à Galeria Municipal foi acompanhada pela associação Magnalingue.



Última edição