Oleiros soma primeira vitória no Campeonato
Desporto
2018-09-19 04:26:25
Lourenço Martins de Carvalho

A ARC Oleiros recebeu e venceu (3x1) o GD Peniche e somou assim a primeira vitória no Campeonato. Após a vitória frente ao Fátima – para a Taça de Portugal – os oleirenses mantêm o bom momento.

O Municipal de Oleiros recebeu um encontro entre duas equipas a precisar de pontos. A ARC Oleiros e o Peniche somam apenas um ponto e estão nos dois últimos lugares da Série C.

A necessidade de mudar o rumo dos acontecimentos fez com que, desde o apito inicial, os dois conjuntos procurassem a baliza adversária. Os oleirenses, contudo, entraram melhor e tiveram duas boas situações, por Vilmar e André Farinha, para inaugurar o marcador.

Os visitantes responderam à boa entrada dos jogadores da casa e Amar, na sequência de um pontapé de canto, obrigou Miotti a aplicar-se na primeira intervenção do jogo.

Nos últimos dez minutos da primeira parte, o Oleiros teve uma grande oportunidade para marcar. Bruno Carvalho recuperou a bola no meio-campo adversário e lançou Tak, que com um mergulho de cabeça, fez a bola passar muito perto do poste da baliza de Diogo Soares.

Quando a partida já se encaminhava para o intervalo, eis que surge o golo da turma da casa. Vilmar isolou Sapara, que passou a bola por cima do guarda-redes, e, com a baliza toda aberta, só teve de encostar para o primeiro tento da tarde.

O descanso chegou logo a seguir. Uma vantagem mínima que se aceitava, uma vez que os oleirenses foram a equipa mais pragmática e que mais procurou a vantagem durante os primeiros 45 minutos.

O Peniche, logo no início do segundo tempo, esteve perto de empatar o encontro. Na sequência do canto, Paulo Bernardino saltou mais alto e o esférico passou muito perto da baliza.

Os forasteiros, em desvantagem, entraram mais intensos e com mais vontade, mas não conseguiam chegar com muito perigo perto das redes defendidas por Gabirel Miotti.

Numa altura em que o Peniche estava melhor, a equipa oleirense chega ao segundo golo. Bola batida por Miotti, Vilmar ganhou de cabeça e isolou, mais uma vez, Sapara que, na cara de Diogo Soares, fez um chapéu perfeito.

Os comandados de Natan Costa, com dois golos de vantagem, ficavam mais confortáveis e podiam gerir a partida de outra maneira.

Nesta fase do jogo, os visitantes lançaram-se no ataque e o Oleiros aproveitou para apostar no contra-ataque. E foi dessa maneira que ia chegando ao terceiro golo. Miotti bateu a bola rápido para Vilmar, que segurou e tentou o chapéu, com a bola a bater nas redes superiores da baliza.

Apesar dos forasteiros estarem mais lançados no ataque, as melhoras oportunidades apareciam junto da baliza de Diogo Soares. Foi neste contexto que surgiu o terceiro golo do encontro.

Jimmy recuperou a bola em zona avançada e assistiu Vilmar, que só teve de encostar para o fundo das redes. Já não havia dúvidas quanto a quem iria sair vencedor deste encontro.

Até ao apito final, os pupilos de Natan Costa geriram a vantagem, mas ainda sofreram um golo. Na sequência de uma grande penalidade, Motinha fez o tento de honra do Peniche e fechou o marcador.

O vencedor, no entanto, estava definido e a turma da Zona do Pinhal somou os primeiros três pontos da época no Campeonato de Portugal. A ARC Oleiros tem agora quatro pontos e sobe alguns lugares na tabela classificativa.

Na próxima jornada, há derby no estádio Vale do Romeiro. O Oleiros desloca-se à cidade albicastrense para medir forças com o Benfica e Castelo Branco.

FICHA DE JOGO

Estádio: Municipal de Oleiros

Árbitro: Rui Mendes

ARC OLEIROS: Miotti, Fábio Gaião, Rildo, Djaló, Tiago Gomes, André Farinha, Bruno Carvalho, Jimmy, Tak (Guilherme 70’), Vilmar (Rafa 77’), Sapara (Charles 81’)

Treinador: Natan Costa

Suplentes não utilizados: Luís Pedro, Telmo, Dontaye, Adilson

PENICHE: Diogo Soares, Paulo Bernardino, Samiro Soares, Hugo Meira (Tiago Viralhadas 52’), Luís Gonçalves, Luís Pinto, Diego Zilio (Fred Oliveira 67’), João Silva (Motinha 57’), Amar, Fred Martins, Gonçalo Chaves

Treinador: Vítor Martins

Suplentes não utilizados: André Mata,  Pacheco, André Cosme

GOLOS: Sapara (44’, 58’), Vilmar (75’)

Disciplina: Vilmar (29’), Gonçalo Chaves (40’)

Natan Costa, treinador da ARC Oleiros:

“Foi bom termos ganho a semana passada, é sempre melhor trabalhar em cima de uma vitória e, sendo a 5.ª jornada e tendo  apenas um ponto, era fundamental conseguir um bom resultado. Não entrámos tão bem, mas na primeira parte tivemos várias bolas na área deles. O golo antes do intervalo e o segundo golo, já na segunda parte, deram tranquilidade à equipa e depois os jogadores fizeram o que lhes competia”.

Vítor Martins, treinador do GD Peniche:

“Uma equipa que comete os erros que nós cometemos não pode conquistar outro resultado que não a derrota. Houve um aproveitamento dos nossos erros pela equipa do Oleiros e que justificam a vitória dessa forma. O futuro não vai ser comigo, com certeza. O Peniche não tem tanta qualidade como devia ter, mas pode melhorar. Era uma decisão que já estava tomada, fosse qual fosse o resultado. Era uma decisão e já estava pensada”.



Última edição