Projeto-Escola BioAromas muda para dia 30 novembro
Proença-a-Nova
2018-10-20 11:01:43
Povo da Beira

O Projeto-Escola BioAromas vai assinalar, pelo nono ano consecutivo, o Dia Mundial da Alimentação com uma oficina de gastronomia dinamizada pelo chef Rui Lopes no Centro Ciência Viva da Floresta.

Inicialmente prevista para 19 de outubro - sexta-feira mais próxima do Dia Mundial da Alimentação, que se assinala a 16 de outubro - a oficina irá decorrer a 30 de novembro, entre as 18h e as 23 horas.

Com apenas oito vagas disponíveis, a atividade tem um custo de 12 euros e é aberta a toda a população, com as inscrições a decorrem na página www.floresta.cienciaviva.pt.

Este ano, o tema a explorar são “As plantas aromáticas e medicinais da floresta”, destacando as plantas aromáticas e medicinais que se desenvolvem no território, numa ligação estreita com a floresta, com os rios e as ribeiras dos ecossistemas do interior de Portugal.

O Dia Mundial da Alimentação, promovido pela Organização das Nações Unidades para a Alimentação e Agricultura, serve para alertar para a importância de uma alimentação saudável para todos.

Há dois anos, o BioAromas publicou o livro “BioAromas à mesa”, que reúne as receitas elaboradas ao longo das várias oficinas realizadas e pode ser adquirido no CCV da Floresta ou na loja online.

O BioAromas é um projeto da Escola Pedro da Fonseca que promove a transição para a vida pós-escolar de alunos com necessidades educativas especiais permanentes, com Currículo Específico Individual e Plano Individual de Transição.

Proporciona aos alunos uma experiência de iniciação pré-profissional, num contexto de trabalho educacional baseado no aprender fazendo, com produção de plantas aromáticas e medicinais no modo de produção biológico.

A iniciativa conta com o apoio do Município de Proença-a-Nova, o Centro de Ciência Viva da Floresta e a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.



Última edição