Oleiros goleia Alcains e vence derby
Desporto
2018-10-31 10:31:33
Lourenço Martins de Carvalho

A ARC Oleiros recebeu e venceu (3x0) o CD Alcains, conquistando os três pontos no derby do distrito. Um golo no final da primeira e outro no início da segunda metade ditaram o triunfo dos locais.

Os jogadores de João Laia fizeram uma boa primeira parte, sendo que o resultado mais justo, no descanso, seria o empate. Os erros defensivos, como próprio técnico lamenta, têm feito a diferença no desfecho dos encontros.

Os primeiros minutos mostraram um Oleiros com mais controlo e posse e um Alcains na expectativa, sempre com os olhos no ataque. A primeira defesa da partida pertenceu a Gabriel Miotti.

Gustavo, do meio da rua, rematou forte, mas o guarda-redes brasileiro respondeu com uma boa defesa. Os forasteiros davam o sinal que estavam no encontro para tentar vencer.

Nesta fase, o jogo estava equilibrado, sendo que as duas equipas tinham formas diferentes de chegar à baliza contrária. Os locais apostavam no jogo lateral e conseguiam, várias vezes, ganhar a linha de fundo, mas falhava sempre o último passe.

Os visitantes estavam bem posicionados em campo, explorando as costas dos laterais com passes longos. Só com remates de longa de distância, contudo, é que os pupilos de João Laia criavam algum perigo.

No último minuto da primeira parte, quando já todos pensavam no intervalo, surgiu o golo dos oleirenses. Recuperação no meio-campo adversário, Rafa segurou a bola, colocou em Sapara que, numa diagonal entre os centrais, ficou isolado e picou o esférico sobre João Gomes.

O descanso chegou pouco depois com a vantagem mínima dos locais.

A segunda parte continuou na mesma toada. Os conjuntos procuravam a baliza contrária, mas nem sempre com a melhor qualidade. O Alcains, em desvantagem, conseguia ter mais posse de bola, mas não criava perigo junto de Gabriel Miotti.

Os comandados de Natan Costa, a meio do segundo tempo, fez o segundo golo e ficou ainda mais tranquilo na partida. Na sequência de um pontapé de canto, a bola sobrou para Tiago Gomes que, à entrada da área, disparou forte e sem hipóteses para o seu irmão e guarda-redes contrário, João Gomes.

Os visitantes sentiram o segundo golo e “ofereceram” o controlo da partida ao adversário. A equipa do concelho de Alcains denota muitas dificuldades no capítulo da finalização. João Laia já lançou Yero para o lado de Edema, mas nenhum conseguia criar problemas à defensiva.

Sapara, numa jogada individual, podia ter dilatado a vantagem, mas João Gomes mostrou-se seguro e defendeu para canto.

O aviso estava feito e o terceiro golo dos oleirenses acabou mesmo por surguir. Arrancada de Charles na esquerda, Nuno Ramos fez um corte incompleto, sobrando a bola para Sapara, que tirou o adversário do caminho, e rematou para o fundo da baliza.

Até ao apito final, as duas equipas tiveram oportunidades para marcar, mas o resultado não se voltou alterar, ficando os três pontos em Oleiros.

Os pupilos de Natan Costa, com o triunfo, passa a somar 13 pontos e dá um salto na tabela, ganhando já alguma distância para a linha de água. O Alcains continua com cinco pontos, na zona de despromoção.

Na próxima jornada, a ARC Oleiros tem mais um derby, desta feita frente ao Sertanense. O Clube Desportivo de Alcains recebe o Mação, num confronto direto entre equipas que lutam para não descer.

FICHA DE JOGO

Estádio: Municipal de Oleiros

Árbitro: Edgar Alves

ARC OLEIROS: Gabriel Miotti, André Farinha, Tiago Gomes, Djaló, Gaião, Charles, Bruno Carvalho (Michael 65’), Jimmy, Ivan (Guilherme 63’), Rafa (Tak 78’), Sapara

Treinador: Natan Costa

Suplentes não utilizados: Luís Pedro, Ivan Silva, Rildo, Vilmar

CD ALCAINS: João Gomes, Reigones, Nuno Ramos, Sunday, Kaba, Abudu (Yero 66’), Gustavo, Ruben Nogueira, Fábio Mariano (Léo 60’), Maurício (Samuel 76’), Edema

Treinador: João Laia

Suplentes não utilizados: Gonçalo Nunes, Apollo, Waild, Fábio Sousa

GOLOS: Sapara (44’, 80’), Tiago Gomes (60’)

Disciplina: Abudu (40’), Bruno Carvalho (42’), João Gomes (75’), Samuel (90’)

Natan Costa, treinador da ARC Oleiros:

“Não há jogos fáceis e esta é a mensagem que tenho passado para dentro do grupo. Não é por ganhar dois jogos seguidos que vamos entrar em campo, no próximo jogo, em vantagem. Hoje provou-se que para ganhar um jogo é preciso lutar muito e estar sempre concentrado e, se calhar, fomos em vantagem para o intervalo com alguma felicidade. Na segunda parte, a equipa esteve mais tranquila, dada também pelo segundo golo. Penso que a vitória é justa e o Alcains, pelo que fez durante o jogo, merecia um golo também”.

João Laia, treinador do CD Alcains:

“Tem sido assim em muitos jogos, fazemos boas primeiras partes, mas depois temos alguns erros que os adversários normalmente aproveitam. Estivemos bem na primeira parte, penso que até melhor que o Oleiros. No intervalo, depois da primeira parte que fizemos, disse aos jogadores que podíamos empatar ou até vencer. Mas no início da segunda parte, o Oleiros chega ao segundo golo, num lance que surge num ressalto dentro da área. A partir daqui, foi mais coração que cabeça, tivemos pouco discernimento, mas penso que o resultado é demasiado pesado”.



Última edição