Município vai reforçar a promoção da Tigelada em 2019
Proença-a-Nova
2018-10-31 10:31:46
Povo da Beira

O Município de Proença-a-Nova vai reforçar a promoção da tigelada em 2019, associando a esta importante temática a Festa do Município, o maior evento do calendário anual que já tem data marcada para os dias 7, 8, 9 e 10 de junho.

“Para além de promovermos a tigelada, estamos também a divulgar outros produtos que são fundamentais para a confeção daquele que é o doce mais típico do concelho, nomeadamente o mel e leite de cabra, que lhe dá o seu sabor tão característico, e que são fileiras com peso crescente na economia municipal”, refere o presidente da Câmara Municipal”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo.

O autarca adiantou ainda que a autarquia vai criar uma oficina da tigelada na antiga escola primária do Pergulho.

“O nosso objetivo é apoiarmos a reconversão do edifício para acolher este projeto que tem duas valências: por um lado criar o centro interpretativo da tigelada, que explica e contextualiza esta tradição e, por outro, criar condições para se confecionar a tigelada, em contexto de atelier ou para comercialização”.

A Câmara candidatou esta Oficina da Tigelada ao programa Tradições da EDP, estando a aguardar a divulgação dos resultados.

A Feira da Tigelada e do Mel de Proença-a-Nova, evento Beira Baixa Terras de Excelência (cofinanciado pelo FEDER no âmbito do PROVERE com o apoio do Centro 2020) que decorreu nos dias 27 e 28 de outubro, reuniu 27 associações do concelho que trouxeram a tigelada nos tradicionais caçoulos de barro, cozida em forno a lenha, e ainda produtores de mel e artesãos.

“O balanço que fazemos é muito positivo, não só pelas 1730 tigeladas disponibilizadas nos dois dias de feira, como pelo envolvimento das associações e respetivas comunidades pois esseé também um dos objetivos que pretendemos alcançar com estes eventos”, sintetizou João Lobo.

A empresa Rica Granja disponibilizou 1630 dúzias de ovos e a Capripinhal – Cooperativa de Produtores de Leite de Cabra do Pinhal 400 litros de leite de cabra.

Do programa da feira destacou-se o atelier de cultura e gastronomia “Os Segredos da Tigelada”, inserido no projeto Beira Baixa Cultural, com o chef Rui Lopes a explicar os passos para fazer o doce que resulta da mistura de ovos, leite, mel, canela, raspa de limão, farinha e açúcar.

Colocando as mãos na massa, as mais de duas dezenas de participantes puderem depois levar o caçoulo para casa. O Centro Ciência Viva da Floresta apresentou uma outra utilização dos ingredientes da tigelada, criando o “Tigelado”, recorrendo ao azoto líquido que potencia a congelação quase imediata do preparado. Juntando ciência e tradição, o resultado foi apreciado pelos muitos presentes apesar do frio que se fez sentir.

O projeto EZ Sapadores juntou-se também à iniciativa, garantindo animação ao longo do atelier.

Decorreu ainda o Festival das Artes da Beira Baixa com a presença dos grupos Amigos do Presidente, Pilha Galinhas e do Grupo de Concertinas da Sarzedinha e Montelhado “Amigos da Académica”.

Ambos os projetos são cofinanciados no âmbito do Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional da União Europeia.

O próximo evento, que reúne as associações e as tradições locais, é o Mercado dos Sabores de Natal, agendado para os dias 15 e 16 dezembro, que inclui o passeio pedestre “NaTal Rota Gourmet”, com inscrições até 13 de dezembro no Posto de Turismo ou diretamente na página do Município.



Última edição