Presidente da Câmara Municipal esclarece notícias que envolvem a autarquia albicastrense
Castelo Branco
2018-11-07 02:17:23
Povo da Beira

O Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Luís Correia, emitiu um esclarecimento, na noite de dia 6, a explicar a ligação de Rui Miguel Roseiro Esteves e a autarquia albicastrense.

Em causa estão as notícias, divulgadas no programa “Sexta às 9”, da RTP, em que levantam suspeitas sobre supostos contratos assinados entre a Rui Miguel Roseiro Esteves – filho de Rui Esteves, antigo Comandante Operacional da Proteção Civil e que foi investigado pela sua licenciatura – e o Aeródromo Municipal e a empresa municipal ALBIGEC – equipamentos da autarquia.

O autarca explica que “Rui Miguel Roseiro Esteves não tem qualquer contrato com a Câmara Municipal de Castelo Branco relativo ao Aeródromo Municipal” e explica que o contrato com a empresa ALBIGEC é sazonal.

“Rui Miguel Roseiro Esteves é apenas um em 19 monitores contratados sazonalmente, entre Outubro e Junho, pela Empresa Municipal ALBIGEC, reunindo todos os requisitos exigidos para o desempenho da função, razão pela qual colabora com a empresa desde 2011”, pode ler-se na nota.

Luís Correia termina o esclarecimento lamentando que “a informação prestada aos albicastrenses e aos portugueses seja profundamente manipuladora e tendenciosa, escamoteando a verdade dos factos”.

Leia o esclarecimento na íntegra:

“O programa de informação Sexta às 9 - da RTP1 –– emitido na semana passada, na edição de 2 de Novembro, faz afirmações relativas a empresas e entidades do universo municipal que podem induzir em erro o pensamento dos albicastrenses.

Rui Miguel Roseiro Esteves não tem qualquer contrato com a Câmara Municipal de Castelo Branco relativo ao Aeródromo Municipal, um equipamento propriedade e tutelado pela autarquia.

A peça diz também que Rui Miguel Roseiro Esteves possui um contrato com a Empresa Municipal ALBIGEC, insinuando benefício.

Rui Miguel Roseiro Esteves é apenas um em 19 monitores contratados sazonalmente, entre Outubro e Junho, pela Empresa Municipal ALBIGEC, reunindo todos os requisitos exigidos para o desempenho da função, razão pela qual colabora com a empresa desde 2011.

A Câmara Municipal de Castelo Branco lamenta que a Informação prestada aos albicastrenses e aos portugueses seja profundamente manipuladora e tendenciosa, escamoteando a verdade dos factos.”



Última edição