Oleiros cria Orçamento Participativo Jovem
Oleiros
2019-01-09 12:21:37
Povo da Beira

A entrega dos diplomas relativos às Bolsas de Estudos para o ano letivo 2018/2019 decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, no passado dia 28 de dezembro. Foram atribuídas 34 bolsas que representam um total de cerca de 30 mil euros.

Do total de alunos apoiados, nove são matrículas no ensino superior a nível nacional, 17 representam alunos em licenciaturas no Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) e 8 na Universidade da Beira Interior (UBI).

Na entrega dos diplomas, o Presidente da Câmara, Fernando Jorge, procurou saber todas as áreas/cursos dos alunos abrangidos e de uma forma informal falou-se sobre o que esperam do futuro.

O vereador que tutela a Educação, Paulo Urbano, anunciou também nesta ocasião, a criação em 2019 de um Regulamento para a existência do Orçamento Participativo Jovem.

A finalidade é eleger o grupo de jovens com a melhor ideia para destinar e gerir o valor a definir que ficará associado a este projeto.

Estes jovens, com um gabinete próprio no edifício da Câmara, poderão fazer chegar as suas ideias e opiniões ao executivo, de forma prática e sem filiação a partidos políticos, dando voz a uma geração que se pretende cada vez mais envolvida nas decisões políticas.

De relembrar que, no contexto das Bolsas de Estudo ao abrigo do programa Oleiros Educa, o Município apoia alunos não só com dificuldades económicas mas também qualquer aluno que tenha frequentado a Escola Padre António de Andrade e tenha residência no concelho de Oleiros há mais de dois anos.

O objetivo é promover a igualdade de oportunidades de acesso ao ensino superior e incentivar os jovens a prosseguir os estudos para além do ensino secundário.

A bolsa cobre o valor anual da propina em todas as escolas do IPCB e UBI e pretende que os alunos tenham a possibilidade de permanecer na região.



Última edição