Sertã assinala Dia Mundial do Rim com vários rastreios gratuitos
Sertã
2019-03-14 11:06:58
Povo da Beira

A Casa da Cultura da Sertã irá acolher esta quinta-feira, dia 14, diversos rastreios gratuitos, por ocasião do Dia Mundial do Rim.

Esta é uma iniciativa da Fundação Renal Portuguesa (FRP) com o apoio da Câmara Municipal da Sertã, que visa alertar para os fatores de risco para a doença renal crónica, nos quais se inclui a diabetes, a hipertensão e o excesso de peso.

Pretende incentivar a adoção de estilos de vida saudáveis (boa hidratação, exercício físico, dieta saudável, evitar o tabaco, reduzir o consumo de sal e açúcar) com vista a prevenir a doença renal crónica.

Entre as 11h e as 13 horas e entre as 14h e as 17 horas, a população poderá realizar rastreios gratuitos (Tensão Arterial, Glicémia, Altura, Peso, Perímetro Abdominal e Índice de Massa Corporal) e receber conselhos que visem minimizar os fatores de risco para a doença renal crónica e, portanto, preveni-la.

Trata-se de uma campanha global de consciencialização sobre a saúde com foco na importância dos rins e na redução da frequência e impacto da doença renal e dos seus problemas de saúde associados em todo o mundo.

A campanha de 2019 é focada no peso da doença renal na população, a necessidade do acesso aos cuidados de saúde  e a importância da prevenção, com o tema: “Saúde Renal para Todos em Qualquer Lugar”.

Estima-se que 850 milhões de pessoas em todo o mundo apresentem doenças renais de variadas causas.

Tanto a doença renal crónica como a lesão renal aguda contribuem para o aumento significativo da morbilidade e mortalidade e surgem maioritariamente nos grupos de maior risco que incluem doentes com diabetes, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, obesidade, doenças autoimunes ou história familiar de doenças renais.

Em Portugal, a prevalência de doentes sob tratamento substitutivo da função renal tem vindo a aumentar anualmente e a incidência de doentes em diálise é das mais elevadas da Europa.

O objetivo final é promover a saúde da população, garantindo o acesso aos cuidados de saúde e incentivando a medidas e práticas que mantenham e melhorem a saúde renal.

A iniciativa é organizada pela Fundação Renal Portuguesa, em parceria com a Associação Portuguesa de Insuficientes Renais (APIR) e com o apoio da Câmara Municipal da Sertã e da Escola Superior de Saúde de Portalegre (ESSP).



Última edição