Sertanense goleado em casa
Desporto
2019-04-03 10:18:29
Povo da Beira

Sertanense e Vilafranquense marcaram encontro no Campo de Jogos Dr. Marques dos Santos para mais uma importante jornada. A partida marcava também o regresso de Filipe Moreira à Sertã, onde treinou na temporada passada.

A equipa da casa não podia perder mais pontos na luta pela manutenção e tinha mesmo de procurar um triunfo para tentar sair da zona de descida. O conjunto de Vila Franca de Xira também precisava de somar os três pontos para continuar a lutar pelos lugares que dão acesso ao play-off de subida.

Os primeiros minutos foram equilibrados, com muito estudo tático dos dois lados, mas sem grande risco e sem oportunidades perto das balizas.

Os locais, no entanto, adiantaram-se no marcador de bola parada. Num livre frontal, Sunday rematou colocado, com a bola a entrar no canto inferior esquerdo, não dando hipóteses a Nélson Pinhão.

Os visitantes tentaram reagir à desvantagem, mas quem criou perigo foi o adversário e logo com duas situações. Primeiro Salinas, após ganhar dois ressaltos, disparou forte e rasteiro, obrigando o guardião contrário a aplicar-se.

O Sertanense manteve a posse de bola e, na insistência, Batista ganhou espaço para o remate, mas a bola saiu à figura de Nélson Pinhão.

A primeira grande situação de golo para os forasteiros apareceu já nos últimos minutos da primeira parte. Boa jogada de entendimento entre João Vieira e Tocantins, com o segundo, já dentro da área, a rematar à malha lateral da baliza.

O empate apareceu em tempo de compensação dos primeiros 45 minutos e também de bola parada. Na sequência de um canto, Gustavo Tocantins saltou mais alto que todos e atirou para o fundo das redes.

A segunda parte não podia começar melhor para os pupilos de Filipe Moreira, que deram a cambalhota no resultado, logo no terceiro minuto da segunda metade.

Grande passe de Stheb a isolar João Vieira na direita, com o avançado a fazer um remate cruzado, que só terminou no fundo das redes. Dá a ideia que o esférico bate em algum defesa antes de entrar na baliza de Miguel Assunção.

Os forasteiros estavam com uma grande dinâmica, dando continuidade ao final da primeira parte, e os locais sentiam, nesta fase, muitas dificuldades para fazer o seu jogo.

A superioridade da turma de Vila Franca de Xira era evidente e o terceiro golo acabou apareceu com naturalidade. Luís Pinto recuperou a bola e lançou Tocantins, que cruzou para o segundo poste, onde apareceu João Vieira para encostar para o seu segundo tento da conta pessoal.

Os locais não conseguiam acertar a marcação dos homens do meio-campo adversário e os visitantes fizeram o quarto tento. Grande jogada coletiva, a ser finalizada por Luís Pinto que, com um belo pormenor técnico, picou a bola sobre Miguel Assunção.

Stheb, Luís Pinto e Wilson estavam a dar muitas dores de cabeça à defensiva da casa, que não arranjava maneira de travar o trio.

Hugo Martins ainda lançou Jahfort na partida, mas o resultado “pesado” não se alterou e os três pontos foram mesmo para Vila Franca de Xira.

O Sertanense, com o desaire, continua com 29 pontos, na 14.ª posição, em zona de despromoção, estando a cinco pontos das equipas em zona de salvação – Fátima e FC Alverca – quando faltam seis encontros para o final da época.

O conjunto da Sertã, na próxima jornada, defronta o Torreense, fora de casa.

FICHA DE JOGO

Estádio: Campo de Jogos Dr. Marques dos Santos

Árbitro: José Laranjeiro

SERTANENSE: Miguel Assunção, Tito Júnior, Tiago Correia, Miguel Cunha, Celsinho, Kevin, Barbosa (Idelino 64’), Homero (Jahfort 79’), Batista (Martin L.K. 57’), Salinas, Sunday

Treinador: Hugo Martins

Suplentes não utilizados: Rafa Santos, João Jesus, Sócrates, Davou

VILAFRANQUENSE: Nelson Pinhão, Marco Grilo, João Freitas, Izata, Daniel Almeida, China, Kelvin Medina (Wilson 35’), Stehb, Luís Pinto (Tiago Mota 86’), Gustavo Tocantins (Ragner 69’), João Vieira

Treinador: Filipe Moreira

Suplentes não utilizados: Diogo Freire, Jacinto, Jorge Bernardo, Igor

GOLOS: Sunday (19’), Gustavo Toucatins (45’), João Vieira (47’, 60’), Luís Pinto (68’)

Disciplina: Izata (18’), Sunday (27’), China (32’), Tito Júnior (55’)

Hugo Martins, elemento da equipa técnica do Sertanense:

“Nos primeiros 35 minutos estivemos organizados, saímos em transição e podíamos ter feito até o segundo golo. Depois a equipa sentiu muito o golo sofrido antes do intervalo e perdeu o equilíbrio. Estamos numa situação complicada, o que também não ajuda, e encontrámos um adversário forte. No final da partida, falei com os jogadores, quis perceber o que sentiam. Temos uma tarefa difícil, mas acreditamos que é possível”.



Última edição