Universidade da Beira Interior identifica benefícios da cereja na terapia do cancro da próstata
Educação
2019-10-02 10:24:14
Povo da Beira

Uma investigação desenvolvida na Universidade da Beira Interior (UBI) identificou novos benefícios da cereja ao nível da terapia do cancro da próstata, anunciou aquela instituição de ensino superior, sediada na Covilhã, no distrito de Castelo Branco.

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, a UBI refere que os resultados da investigação foram recentemente publicados na revista científica Nutrition and Cancer e que mostraram que extratos de cereja têm capacidade de alterar o comportamento das células tumorais, com efeitos positivos no controlo da sua sobrevivência e metabolismo.

"Diferentes modelos celulares de cancro da próstata humano foram expostos a diferentes concentrações de extratos de cereja, tendo-se verificado que apresentaram diminuição da taxa de crescimento e aumento da morte celular por apoptose, ao mesmo tempo que a sua capacidade de utilização de glicose estava suprimida. Demonstrou-se assim uma alargada ação das cerejas sobre aquilo que são considerados os "marcos" (do inglês "hallmarks") das células tumorais, ou seja, a sua exacerbada capacidade de crescimento, a resistência à morte celular e a preferência de utilização do metabolismo da glicose como fonte de energia.

Pode ler a notícia completa na edição impressa do POVO da BEIRA.



Última edição