Épico: Sertanense garante apuramento com oito jogadores
Desporto
2019-11-23 02:51:04
Povo da Beira

O Sertanense é a única equipa do distrito ainda presente na Taça de Portugal e, na 4ª eliminatória da prova, não tinha tarefa fácil. Os sertaginenses recebiam o SC Farense, atual líder da Liga Pro.

A turma do Pinhal, para chegar a esta fase da prova rainha do futebol português, eliminou a ARC Oleiros, Moncarapachense e Vit. Sernache.

Os algarvios entraram fortes na partida e, nos primeiros minutos, não deixaram o adversário fazer o seu jogo e tiveram algumas bolas perigosas junto da baliza de Leo Turossi.

Com o passar dos minutos, os locais foram sacudindo a pressão, começaram a ter mais bola e Ká Semedo, com remate desviado, fez o esférico passar muito perto do poste esquerdo do Farense.

Os visitantes continuavam mais perigosos e o guarda-redes da casa teve de se aplicar, por duas ocasiões, para evitar o golo dos forasteiros.

Fabrício Simões, numa primeira fase, rematou de primeira para defesa atenta de Leo Turossi e, na recarga, os mesmos protagonistas tiveram novo duelo, com o guardião a levar a melhor mais uma vez.

Os algarvios acabaram por chegar à vantagem. Ryan Gauld ganhou no meio-campo, correu sem oposição e lançou Irobiso que, no lado esquerdo, serviu Fabrício Simões que só teve de encostar para o primeiro golo da tarde.

A equipa da casa contestou muito a uma possível posição irregular de Irobiso, mas a verdade é que o árbitro, após conferenciar com o assistente, validou mesmo o tento.

O Sertanense reagiu de imediato e Lucas Salinas, numa jogada de insistência, tirou um adversário do caminho, mas atirou às malhas laterais.

Os visitantes estiveram muito perto de dilatar o marcador. Fabrício amorteceu no peito e Irobiso, à entrada da área, rematou potente, com o esférico a ressaltar num adversário e a acabar na trave da baliza.

Mesmo a acabar a primeira parte, Milhazes esteve perto do golo, mas a bola passou por cima do alvo.

A segunda parte não podia começar de pior maneira para os pupilos de José Bizarro. Sana Gomes cometeu falta junto à área, viu o segundo cartão amarelo e fui expulso, deixando a sua equipa com menos um elemento em campo.

Apesar da inferioridade numérica e do maior domínio do adversário, a equipa da casa continuava a atacar e a procurar o golo do empate.

Ainda assim, quem esteve perto de marcar foram novamente os forasteiros. Fabrício Isidoro tirou dois adversários do caminho e, na cara de Leo Turossi, obrigou o guardião a uma excelente defesa.

O Sertanense ficou ainda reduzido a nove unidades. Ká Semedo viu cartão amarelo e numa atitude de protesto com o árbitro – aplaudiu a decisão – viu a segunda cartolina amarela e deixou a sua equipa com menos dois elementos para os últimos dez minutos do encontro.

Numa altura em que parecia estar tudo decidido, os sertaginenses chegam à igualdade. Milhazes ganhou na esquerda e serviu, ao segundo poste, Marquinhos que só teve de encostar para o empate.

Nos festejos, o árbitro deu ordem de expulsão a mais um jogador do Sertanense. Doukouré deixou os locais com oito elementos em campo, supostamente por ter provocado os adeptos adversários.

Mesmo com três jogadores a menos, os comandados de José Bizarro aguentaram o tempo de compensação e a partida teve de ir para prolongamento.

O conjunto da casa deu a cambalhota no marcador, mesmo com menos três unidades. Na sequência de um pontapé de canto, Duarte Coelho cabeceou e a bola acabou mesmo no fundo das redes, com o guarda-redes algarvio a ficar mal na fotografia.

O Farense estava apático com o desenvolvimento do jogo e não conseguia criar situações de verdadeiro perigo.

O Sertanense aguentou até ao apito final e, com oito jogadores, garantiu a passagem aos oitavos-de-final da Taça de Portugal, eliminando o atual líder da LigaPro.

FICHA DE JOGO:

Estádio: Campo Dr. Marques dos Santos

Árbitro: Rui Oliveira

SERTANENSE: Leo Turossi, Tito Júnior, Duarte Coelho, Diogo Marques, Sana Gomes, Milhazes, Bruno Torres (Cyrille 59’), Doukouré, Salinas (Gustavo 100’), Ká Semedo, Igor Sevivas (Marquinhos 78’)

Treinador: José Bizarro

Suplentes não utilizados: Pedro Simões, Mango, Scara, Brash

FARENSE: Daniel Fernandes, Miguel Bandarra, Rafael Vieira, Cassio, Rafael Furlan, Bura, Fabrício Isidoro, Ryan Gauld (Alvarinho 80’), Fábio Nunes (Ângelo 58’), Irobiso (André Vieira 65’), Fabrício Simões

Treinador: Sérgio Vieira

Suplentes não utilizados: Miguel Carvalho, Filipe Melo, Pedro Simões, Luís Rocha

GOLOS: Fabrício Simões (32’), Marquinhos (90’), Duarte Coelho (92’)

Disciplina: Igor Sevivas (6’), Sana Gomes (16’), Rafael Vieira (22’), Cyrille (62’), Ká Semedo (81’), Fabrício Simões (90’), André Vieira (106’), Diogo Marques (112’)

Cartão Vermelho: Sana Gomes (51’), Ká Semedo (81’), Doukouré (90’)



Última edição