Escuderia Castelo Branco apresenta Baja TT do Pinhal e de Idanha-a-Nova
Desporto
2020-02-13 10:11:38
Povo da Beira

A apresentação do Campeonato de Portugal de Todo o Terreno (CPTT) decorreu, no final de janeiro, no Taguspark, em Lisboa.

A Escuderia Castelo Branco (ECB) fez-se representar por Nuno Almeida Santos, Diretor de Prova (Autos), apresentando as Bajas TT do Pinhal e TT de Idanha-a-Nova, que irão decorrer, respetivamente, nos dias 28 e 29 de março e 12 e 13 de setembro.

A ECB tem ao seu cuidado as terceira e sexta prova do CPTT, fazendo rumar as caravanas do todo o terreno ao distrito de Castelo Branco.

Nuno Almeida Santos começou por falar na Baja TT do Pinhal, que irá passar pelos concelhos da Sertã, Proença-a-Nova e Vila Velha de Rodão, reconhecendo que, por palavras do mesmo “não é uma baja fácil”.

“É uma prova que pelas características do terreno tem uma condução muito técnica, mas diversificada. É uma baja muito dura, mas que ainda assim oferece aquilo que não é o normal do campeonato”, admitiu, acrescentando.

“O Pinhal é muito diferente das restantes provas. A ECB encontra-se a tentar melhorar o percurso da edição deste ano, embora o terreno entre os três municípios não seja o mais facilitador, totalizando 330km”, destacou.

Este ano a Baja TT do Pinhal irá ter novidades, que serão reveladas mais próximo da data da mesma.

Quanto à Baja TT de Idanha-a-Nova, Nuno Almeida Santos começa por salientar a diferença entre o tipo de traçados, comparativamente à Baja do Pinhal, sendo “um percurso mais rolante, merecendo ainda algumas melhorias necessárias”.

O centro da prova irá manter-se em Idanha-a-Nova, recebendo a Base, Verificações Técnicas, Administrativas e os Parques de Assistência e Fechado.

Nuno Almeida Santos fez ainda alusão ao empenho que a ECB tem realizado na sustentabilidade de todos os eventos.

“Deverá ser um ponto importante para todos os promotores e não apenas para a ECB, por forma que as pessoas percebam que os automóveis não são inimigos do ambiente e que também nós estamos preocupados com esta temática”, realçou.

As provas da ECB são já consideradas eco eventos, com as chancelas verdes da F.I.M. (Federação Internacional de Motociclismo) e da F.P.A.K. (Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting).

A chancela verde da F.P.A.K. – Sustentável – será utilizada pela primeira vez numa prova em Portugal, cabendo a honra de estreia à ECB como aconteceu com os eventos verdes da F.I.M. – Ride Green.



Última edição